Quando é possível começar a enxergar os resultados?

A obesidade no Brasil cresceu 60% nos últimos 10 anos. Os dados do Ministério da Saúde publicados em abril de 2017 apontam que em 2006 a doença atingia 11,8% dos brasileiros. Já em 2016, este número cresceu para 18,9%. Com esses dados, não fica difícil de acreditar que 100,5 milhões de pessoas com mais de 15 anos não praticam nenhuma atividade física, segundo uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para fugir destes números, muitas pessoas recorrem às academias. Mas como todo mundo sabe, o resultado não vem do dia para a noite e é preciso praticar a atividade física de modo saudável para receber um “obrigado” do seu corpo.

Paciência é a chave

Seu corpo não vai começar a mudar na primeira semana de treino, então não se apegue muito à balança e ao espelho. Mas, se você prestar bastante atenção, pode ver alguns benefícios instantâneos como a melhora no sono, na pressão arterial e na disposição. É preciso alguns meses para começar a ver maiores mudanças. Tudo depende do objetivo almejado.

A sequência de resultados

Os músculos aparentes e tonificados não são a primeira coisa que irão aparecer no seu corpo. Os mecanismos fisiológicos do ser humano funcionam todos da mesma maneira, independente do objetivo desejado, e seguem uma ordem de acontecimentos até chegar ao desejado “tanquinho”. Há variações que podem acontecer de acordo com a dieta ou a intensidade do treino.

O primeiro elemento da sequência é o aumento da força. Este resultado acontece porque aumentamos a facilidade em acessar a força e recrutar as fibras musculares para realizar os movimentos. Nesta fase a aprendizagem motora também é beneficiada, assim como a eficiência neurológica, que vai lidar melhor com essas unidades motoras.

Gradualmente o aluno consegue melhorar a performance, o que quer dizer que ele consegue treinar por mais tempo, com maior qualidade e com o corpo acostumado ao stress. Aí sim acontece a tão esperada perda de gordura e então o ganho de músculos. Essa perda de gordura pode começar a acontecer a partir da segunda ou terceira semana de treino, mas não será significativa logo de cara. O gasto calórico vai ficando maior à medida que o aluno se acostuma com o treino. Ainda assim é importante mudar o treino de tempos em tempos. Depois de tudo isso finalmente começa a hipertrofia, ou o ganho muscular, que acontece de maneira mais lenta que a perda de gordura.

Tripé de sucesso

Este tripé consiste em treino, dieta e descanso. É preciso respeitar as características do seu treino, ter disciplina para não faltar, se esforçar e realizar os movimentos com a intensidade adequada. De nada adianta dar o máximo de si na academia e exagerar na alimentação. Procure um nutricionista para o acompanhamento alimentar e desde o começo evite ingerir tudo aquilo que sabemos que faz mal. O descanso é importantíssimo para que seu corpo se recupere do esforço e reúna energia para continuar nesta jornada sem desistir.

Continue nos acompanhando através do nosso canal do Youtube e nas nossas redes sociais.

CONTINUAR
CANCELAR